terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Coitado do burro!



O vaqueiro Idelfonso Maia Cunha, conhecido como 'Mainha', foi assassinato com pelo menos dez tiros na cabeça, na tarde desta terça-feira (4), em Maranguape (CE). Segundo a Polícia Civil, ele era considerado um dos mais violentos matadores do estado e seria suspeito da autoria de pelo menos 100 mortes desde a década de 1980.

O corpo dele foi encontrado em um terreno perto da Cadeia Pública da Colônia Amanari, em Maranguape, onde ele cumpria pena em regime semi-aberto. "Ele estava desarmado, montado em um burro. O animal foi atingido também, mas não morreu", disse o delegado Aroldo Antunes Mendes, titular da Delegacia Regional de Maranguape.